Aeroporto do Galeão retoma operações com reforço nas ações de combate ao coronavírus

Sinalização no terminal do Galeão — Foto: Divulgação/ RIOGaleão

O Aeroporto Internacional Tom Jobim (Galeão) retoma as atividades neste mês de julho com reforço nas medidas de prevenção à disseminação do novo coronavírus.

De acordo com a concessionária RIOgaleão, a previsão é de que o número de voos e passageiros triplique em julho. A GOL Linhas Aéreas vai ampliar em 167% o número de voos no aeroporto em relação ao mês de junho.

Dos 57 mil passageiros que circularam pelo Galeão em junho, a estimativa é que esse número suba para algo em torno dos 185 mil. Apesar do aumento, a concessionária estima que o número de voos no aeroporto este mês represente queda de 81% em relação a julho de 2019.

O número de destinos domésticos operados pelo aeroporto passará de 12 ( junho) para 18 voos (julho). Para o RIOgaleão, o reforço dos voos domésticos representa uma grande oportunidade não apenas para retomar voos internacionais quando as fronteiras forem reabertas, mas para conquistar novas rotas fora do Brasil.

Nos meses de abril, maio e junho, a queda nas operações de pouso e decolagem, de 95%, em média, em comparação ao mesmo período de 2019, deixou o aeroporto deserto.

Antes da pandemia, aproximadamente 20 empresas aéreas estrangeiras e três brasileiras chegavam e partiam do Galeão para centenas de destinos nacionais e internacionais.

O perigo do coronavírus ainda não passou por completo. Por isso, para manter o Galeão o mais seguro possível, do ponto de vista sanitário, a concessionária que administra o aeroporto informou que aumentou o investimento em três frentes: informação, limpeza e tecnologia.

Fonte: g1.globo.com

0 Comentários