Comentário: Austrália rejeita Huawei por motivo indefensável