Comentário: não podemos esquecer os mártires na busca de um futuro mais brilhante

0
3

Hoje, dia 30, é o 5º Dia dos Mártires da China. Foi realizada na Praça de Tian’anmen, em Beijing, uma solene cerimônia para homenagear todos os heróis que morreram pela independência da nação e pela felicidade do povo.

Hoje em dia, a China é uma grande potência emergente. Com 40 anos de reforma e abertura, o país já se tornou a segunda economia do mundo. Mas, os chineses não podem esquecer aquela história trágica.

Em 1840, os invasores ocidentais abriram a porta da China com ópios e armas. Nos cem anos depois, a China assinou mais de mil tratados de desigualdade. A soberania e a integridade territorial do país foram prejudicadas gravemente. Nesta circunstância, inumerosos heróis chineses lutaram e se sacrificaram para salvar a pátria até o dia 1º de outubro de 1949, data em que a nova China foi estabelecida.

O presidente chinês, Xi Jinping, tinha dito que em uma nação promissora não pode faltar heróis e um país com futuro não pode ficar sem pioneiros.

Para mais de um bilhão de chineses, a paz e o desenvolvimento de hoje são trocados pelo sacrifício dos mártires. A melhor homenagem aos heróis é trabalhar mais duramente para criar um futuro mais bonito.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here