Crivella tira dados sobre óbitos da Covid-19 de plataforma online e diz que forma de contagem no Rio será revista.

Reprodução

 

O prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, afirmou na manhã desta sexta-feira (22) que fez a retirada do número de óbitos do painel da Prefeitura do Rio na internet, plataforma de dados sobre a pandemia na capital. Crivella anunciou que o protocolo de contagem será revisto.

“Queremos ver como está sendo feito nos demais municípios e também o que diz o Ministério de Saúde. Estamos estabelecendo critérios para verificar a causa dos óbitos, para que seja criteriosa”, explicou o prefeito.

Visita à Brasília

A decisão do prefeito aconteceu no dia seguinte à sua visita ao presidente Jair Bolsonaro em Brasília. Nesta quinta-feira (21), Crivella esteve no Palácio do Planalto. Na saída ele afirmou que o município do Rio irá retomar suas atividades econômicas nos próximos dias e ela será gradual.

Na ocasião, o prefeito disse que seu conselho científico irá analisar um plano de retomada feito com o apoio de empresários. O prefeito disse que em breve apresentará o modelo, detalhando quais serviços serão priorizados nessa retomada.

Nesta sexta, o prefeito enfatizou que a nova metodologia para classificação das mortes está sendo elaborada pelo comitê científico e que tem o objetivo de “passar para a população uma informação que seja real”.

Motivos da retirada do painel

Para justificar a retirada dos óbitos do painel, o prefeito usou o exemplo de um paciente idoso em tratamento contra o câncer que contraiu o novo coronavírus (Sars-Cov-2) no hospital e morreu.

“Os médicos divergem se ele morreu com ou de Covid-19”, disse.

Questionado sobre quando as informações referentes aos óbitos voltarão a ser divulgadas, o prefeito disse que “assim que a nossa comissão tiver estabelecido novos parâmetros”.

Fonte: g1.globo.com

0 Comentários