Wilson Witzel recorre ao STF contra afastamento do cargo

Pilar Olivares/Reuters

O governador Wilson Witzel (PSC) protocolou junto ao STF (Supremo Tribunal Federal) um pedido de cassação de liminar que determinou seu afastamento do governo do Rio de Janeiro por 180 dias.

O recurso impetrado pela defesa de Witzel foi distribuído ao presidente do STF, ministro Dias Toffoli, que pode encaminhar a ação ao plenário, sob o argumento de mostrar unanimidade entre os ministros da Suprema Corte.

A decisão do afastamento de Witzel ocorreu na última sexta-feira (28) após determinação do ministro Benedito Gonçalves, do STJ (Superior Tribunal de Justiça), e fez parte da operação Tris in Idem, da PF (Polícia Federal), que investiga corrupção em contratos públicos no Rio de Janeiro.

Em nota, a defesa de Witzel disse que o governador recebeu com grande surpresa a decisão, “tomada de forma monocrática e com tamanha gravidade”. “Os advogados aguardam o acesso ao conteúdo da decisão para tomar as medidas cabíveis”, afirmou.

Na última semana, Toffoli recebeu revés do ministro Alexandre de Moraes, que revogou decisão do presidente do STF e manteve em andamento o rito do processo de impeachment contra Witzel na Alerj (Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro).

 

Fonte: noticias.r7.com

0 Comentários