​Comentário: EUA, parem de ser obstáculo da luta antiterrorista