Comentário:China e Japão devem se valorizar para serem a energia mais positiva para o mundo