Comentário: China e EUA devem assumir responsabilidades internacionais