Comentário: Cúpula de Beijing injeta forças motrizes ao desenvolvimento da África