Comentário: Demonização da China por alguns políticos norte-americanos é autoengano