Comentário: mercado chinês, a oportunidade que ninguém quer perder