Comentário: Nova Zelândia quer ser uma ponte que liga China e América Latina