Comentário: relatório do FMI refuta crítica dos EUA sobre a China