Comentário: “Segurança nacional dos EUA” parece uma cesta que cabe tudo